Parceria vai capacitar micro e pequeno empresário para desafios no universo de comex

Giovanna Giuga

Giovanna Giuga

Graduanda em jornalismo pela PUC-Campinas, atualmente no último ano. A poucos passos para o fim da faculdade, segue comunicativa e em busca de boas e novas pautas.

Uma parceria inédita entre a Faculdade de Tecnologia (Fatec) e a Prefeitura de Indaiatuba, na Região Metropolitana de Campinas (RMC), no interior do Estado de São Paulo, vai capacitar micro e pequenos empresários com interesse em expandir ou iniciar a comercialização de seus produtos para o mercado internacional.

O projeto piloto surgiu a partir de um programa de colaboração internacional do Centro Paula Souza (CPS). Segundo o coordenador da Fatec, Ricardo Sérgio Neiva Nóbrega, o programa foi readaptado para uma capacitação empresarial pelo curso de comércio exterior da unidade, para capacitar as empresas locais.

A capacitação conta com apoio da DePaul University, em Chicago (EUA).

A primeira experiência com a universidade americana aconteceu no segundo semestre de 2019, quando as aulas ainda eram presenciais. Na época, o programa envolveu apenas alunos das duas faculdades, repetindo a experiência em 20202.

Como o intercâmbio foi um sucesso, para este ano, Nóbrega decidiu ampliar o projeto e levar o aprendizado dos alunos para o mundo real, envolvendo também o empresariado local. “A ideia é que as empresas selecionadas para o programa apresentem um problema relacionado às exportações que não conseguem resolver. Através dele, nossos alunos, em conjunto com a DePaul, vão encontrar a solução e com isso capacitar um representante da empresa, que depois irá implementar o conhecimento na empresa, com a supervisão da Fatec”, enfatizou Nóbrega.

A capacitação é gratuita e só para se ter ideia, uma das etapas deste treinamento é a elaboração de pesquisa de mercado, que em condições comerciais custa, em média, entre US$ 5 mil e US$ 7 mil. Esse trabalho será feito de forma voluntária para as empresas selecionadas pelos alunos da Fatec e da DePaul, que farão a pesquisa em dois países distintos. “O empresário que for selecionado para o projeto vai economizar aproximadamente R$ 83 mil”, disse o coordenador.

Segundo o diretor da faculdade, José Luís Marques, a concepção do treinamento de empresários começou com a unidade educacional em novembro de 2020 e em fevereiro deste ano teve o primeiro encontro envolvendo as duas faculdades e a Secretária Municipal de Relações Institucionais e Comunicação, Graziela Milani. “O treinamento é voltado para a internacionalização de produtos, marcas e conceitos”, disse o diretor que ficou surpreso com o número de empresas inscritas (91) no primeiro Fórum realizado no último dia 23 de março, que irá selecionar nos próximos dias as cinco empresas que vão participar do projeto piloto.

Em 2020, Indaiatuba exportou US$ 332 milhões. A cidade conta com mais de 20.000 comércios, indústrias e estabelecimentos de serviços. Somente as indústrias somam 877 e comércios, 5.222.

ONLINE

Desde o início da pandemia, a Fatec e CPS passaram a realizar as aulas online, inclusive o intercâmbio de comex é feito de forma virtual, através da plataforma Teams.

Como a plataforma é restrita apenas para alunos e professores das Fatec´s e CPS, a unidade de Indaiatuba vai criar um e-mail específico de acesso para os empresários selecionados, que terão aulas duas vezes por semana. O projeto prático com os selecionados está previsto para iniciar na segunda quinzena de junho.

Mais Lidas

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit